A função e a importância do produtor musical

"Artigos", by: - 08/06/2017

Release

Função do produtor musical

Muitas pessoas desconhecem a função real de um produtor musical. É muito comum confundirem o produtor musical com “dono de estúdio”. Realmente é bom que um produtor tenha seu próprio estúdio, no entanto, dependendo das dimensões do projeto é comum também alugar estúdios de grande porte para realizar determinadas etapas. A função do produtor musical é basicamente gerenciar todas as condições necessárias para que o artista desenvolva sua arte da maneira mais verdadeira, eficiente, honesta e criativa possível e cuidar de todos os aspectos musicais e organizacionais de todo esse processo garantindo que tudo seja feito dentro do menor tempo possível, com o menor custo possível e obtendo o melhor resultado possível. Esse gerenciamento pode incluir tanto questões musicais quanto estéticas da carreira do artista. Resumindo, o produtor musical tem a função de transformar a arte (música) em um produto vendável.

No meu caso, possuo um home-estúdio amplamente equipado e todo o processo desde a pré-produção até a finalização ( mixagem e masterização ) pode ser feito aqui com exceção da bateria acústica que gravo em estúdios de grande porte no Rio de Janeiro. Com isso consigo aliar alto padrão de qualidade e baixo custo de produção. E como sou multi-instrumentista, na maioria dos casos eu mesmo gravo todos os instrumentos, evitando a contratação de vários músicos e novamente reduzindo o custo. Apenas em casos específicos que exijam performance realmente diferenciada é que convidamos músicos para auxiliar-nos.

A importância do produtor musical:

Produzir exige experiência e um envolvimento emocional distanciado. Em alguns casos, o apego que o artista tem com seu trabalho pode influenciar negativamente. No caso, por exemplo, de uma banda, cada músico vai querer destaque no seu instrumento e assim o arranjo e a mixagem podem ficar embolados. A posição neutra que o produtor tem nesse momento é o que lhe permite avaliar com mais sensatez o melhor a ser feito.

Por trás de todos os grandes discos da história sempre houve um grande produtor. Quincy Jones (Michael Jackson), Liminha (Paralamas do sucesso, Barão Vermelho), Rick Bonadio (Mamonas Assassinas, NXZero) são apenas alguns exemplos. Ou seja, o produtor serve como um elemento auxiliar ao artista, tornando viáveis seus sonhos e adequando o trabalho aos anseios tanto do artista como o do público.